Apresentando-se:
Letícia, mas chame de Liro. Quase 16 Já tenho 16, fiz esses dias; música, palavras, vermelho. Livros, cd's, recortar e colar, criar. Bagunça, comida, all star, outonos e primaveras. Desenho, fotografia, lápis de cor. Revistas, sebos, antigüidades. Jardins, coqueiros, rede, tranqüilidade. São Paulo, festa, barulho, cores e formas. Cafuné, carinho, amor, dormir, acordar e dormir mais. Tente entender


O Blog:
Primeira ida à papelaria em mar/08 e até hoje não conseguiu parar de dobrar corações de papel. Pegue um, não se acanhe. E não esqueça de rabiscá-lo, pontos de vista diferentes são sempre bem-vindos.

Agradecimentos:
Getty Images pelas imagens.
Deviant Art Pelos brushes.
PhotoBucket Por hospedar minhas imagens.
Blog Uol Por hospedar meu blog.


Papéis Preferidos:
- Cólica Mental
- Doce Cih
- Verbo-Thaisar
- Felimpropano
- A Falsa Designer
- Caixinha Censurada
- Um Arco-íris de Cores
- Blog da Pê
- Princesa Kakazinha
- Café com leite
- Sweet Lobinha
- Amor (im)perfeito
- Veja bem...
- Sweet Girl
- Blogando com a Nicole
- Drops de Anis
- Bárbara
- Musica, poesia e Blablabla
- Lost Emotion
- A borralheira
- Céu azul e otras cositas
- Pensamentos no Palito
- Madaah
- Amuuh
- Cahanson
- Steeh


Selos:






From Yesterday:

- 01/03/2009 a 31/03/2009
- 01/02/2009 a 28/02/2009
- 01/01/2009 a 31/01/2009
- 01/12/2008 a 31/12/2008
- 01/11/2008 a 30/11/2008
- 01/10/2008 a 31/10/2008
- 01/09/2008 a 30/09/2008
- 01/08/2008 a 31/08/2008
- 01/07/2008 a 31/07/2008
- 01/06/2008 a 30/06/2008




Contador:



This house is a Circus

Em menos de uma hora consigo o álbum que esperava há meses para sair; em pouco tempo consigo aquele filme com o ator mais lindo. Tudo isso graças ao download, que, pra mim não é pirataria, porque quem é fã compra o álbum original, mesmo já tendo todas as músicas e não há nada comparado a assistir um filme no cinema. Fazer downloads vira pirataria quando baixam os conteúdos, fazem cópias e vendem por aí nas pracinhas e camelôs da vida. Não acho que deveria ser proibido, porque isso acabaria com a minha diversão e com a diversão do mundo todo praticamente. A internet chega a quase todos os lugares, coisa que com cd's e filmes não acontece. Na verdade, não há muito o que se possa fazer, pagar uma taxa pra poder baixar o arquivo não resolverá, pois eu pago, mas faço cópias pra vender, daria na mesma. Melhor deixar como está, até porque sempre vão dar um jeito para piratear mesmo. Aah, e o que o título tem a ver? É o nome da música que acabei de baixar.

Pauta para a Capricho (y)



- Postado por: Liro às 23h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Tentativa [atrasada] de Pauta para Capricho, cujo nome seria: Meu e de mais ninguém

Não tinha a mínima idéia sobre o que escrever, não por não ter opinião formada, mas talvez por não ter argumentos válidos. Afinal, eu não convivo muito com isso, porque eu vivo no meu mundo bolha porque não costumo ficar ouvindo as aventuras amorosas das pessoas, mesmo das minhas amigas. E elas sabem muito bem o que eu vou falar quando elas trocam rapidamente de ficante, sainte, namorado ou seja lá o que for. Não gosto dessa idéia de rodízio de garotos, eu saio com um, depois vai a minha amiga e depois a outra, até todas terem experimentado, sou muito antiquada e egoísta pra isso, o que é meu é meu e de mais ninguém. Mas pior que o "rodízio" de garotos é quando sua melhor amiga fica dando em cima do seu namorado, ou então quando ela namora o seu namorado logo depois que você, quer coisa pior? Você toda sentimental porque acabou com o namorado-que-até-então-era-perfeito e não pode chorar as mágoas no ombro da amiga, porque ela está aos amassos com o seu ex, aí é difícil continuar a amizade que era antes (a não ser que o namoro deles acabe, e as duas vão chorar mágoas juntas).

Pauta para a Capricho (y)
O selinho do TDB mudou, "cêis" viram? :D



- Postado por: Liro às 22h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




7 coisas

Como não tenho nada de (in)util pra falar, vou responder essas perguntas cheias de "sete". Tem a do cinco também, mas essa fica para outro dia...

; 7 comidas que você gosta:

. Purê de batata
. Couve e brócolis refogado
. Pipoca [vicio xD]
. Batata-frita
. Massas em geral
. Farofa
. Frango com quiabo
[fora as outras, porque é como o Henrique disse, na encarnação passada nós éramos mendigos xD]

; 7 filmes que você ama:

. O amor nos tempos do Cólera
. Piratas do caribe [ 1,2,3 ]
. Os outros
. A múmia [o retorno da múmia e a nova múmia :D]
. Moulin Rouge
. O Fabuloso Destino de Amelie Poulain
. Numero 23
 [entre outros]

; 7 músicas preferidas:

. Evanescence - Breathe No More
. Duffy - Mercy
. Simple Plan - Addicted
. Westlife - Queen of My Heart
. Green Day - Boulevard of Broken Dreams
. Incubus - Wish were you here
. Snow Patrol - Chasing Cars
 [entre muuuitas outras]

; 7 personalidades famosas q você odeia:

. Avril Lavigne [ desculpa que é fã, mas ela copiou a Amy Lee]
. Glória Maria [não vou com a cara dela]
. Luana Piovani
 [Eu não odeio muitas pessoas i.i]

; 7 pessoas do sexo oposto que você acha bonito(a):

. Johnny Depp
. ben affleck
. tom cruise
. Pierre charles bouvier
. Peter wentz
. Ryan ross
. David Desrosiers
. O mocinho da sorveteria
. Rafael Cortez do CQC [não sei o porquê, mas eu acho, uai]
 [ããnn... eram só sete? x___x']

; 7 palavras estranhas/engraçadas:

. Paralelepípedo
. mexilhões
. retrógrado
. mafagafo [num ninho de mafagafos há 5 mafagafinhos...]
. biscoito [caramelo! Lembram? uashaushausha]
. orelha/olheira
. tagarela

 



- Postado por: Liro às 22h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Pra não dizer que não falei das Olimpíadas

As Olimpíadas já estão acabando (ou já acabaram? Oi, eu estou totalmente desinformada e quero falar sobre o assunto), e eu não sei como ficou o quadro de medalhas. Ou seja, sou uma péssima esportista, e uma péssima brasileira. Assisti pouquissimas provas, acho que só vi a Ginástica, a prova do Cielo e o primeiro set da final de vôlei feminino. O horário não ajudou muito, mas a festa de abertura do jogos eu vi! Dormi num pedaço, mas eu vi! Foi muito bonita, bem criativa, emocionante, como diria a Maria, entretanto seria melhor se não tivesse acontecido na China, não gosto da China nem dos Estados Unidos, porque eles parecem querer comandar o mundo, não estão nem aí com os outros países, mas cá entre nós, os EUA deve estar se mordendo de raiva da China, porque eles não conseguiram ultrapassar a China nas medalhas e isso é divertido (haha eu sou du mal).

Hoje realizei um sonho de consumo, uma bolsa do Snoopy (*-*). Ela é linda, linda,linda, tô babando nela até agora. Não sei por qual milagre minha mãe deixou eu comprar, ela fez meu pai ir comigo comprar no dia seguinte que eu comentei sobre a bolsa. Oh céus, estou no céu! hahaha. Realizar sonhos de consumo é magavilhoso, faz tão bem. Fazia tempos que eu queria uma, me apaixonei por uma, só que minha não comprou e acabou que não tinha mais, e desisiti de fazê-la comprar, mas quando eu vi essa, não teve jeito *olha pra bolsa com cara de apaixonada*

Gente, fazer unha é tão bom! Principalmente se for a do pé, te deixa tão leve e aliviada. Acabei de fazer a minha, deixei de molho na água quentinha, tirei cutícula, cortei, lixei, passei base e descobri que se eu continuar a fazer minha unha, um dia estarei sem dedo (¬¬). Vivi um dia de princesa hoje, ganhei presente, comi chocolate, fiz unha, passeei (?) pelo centro, nada de faxina, nada de louça... Pena que já está dando meia-noite.



- Postado por: Liro às 23h18
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Amizade Falsificada

Quando era criança, vivia fazendo coisas para ser amiga de alguém, coisas banais como dar uma bala ou coisas assim. De certo modo, eu "pagava" pra ser amiga ou pagavam pra ser minha amiga. Lances de criança. Bem, na verdade, eu achava que era lance de criança, mas não é. Existem adolescentes que fazem de tudo para ser popular ou ser amiga de alguém popular, fazem dietas, usam roupas das quais não gostam e fazem coisas das quais não querem fazer. Para se ter esse tipo de amizade, paga-se caro, mas adquire-se uma mercadoria falsa, que, quando mais se precisar dela, ela quebrará. E é quando essa amizade quebra, que se percebe que presentes caros não são os melhores, e que um dia inteiro no shopping gastando não chega aos pés de um dia inteiro com os verdadeiros amigos, que não foram comprados, e sim, aceitos. Não, amizade não tem preço. Nem idade nem sexo nem cor ou classe social. Amizade não se explica, compreende-se. Acontece. Simples assim.

Pauta para Capricho (y)



- Postado por: Liro às 22h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Onde está meu principe encantado?

Sempre imagino cenas românticas, fico imaginando e esperando que um dia aconteça comigo. Sei que elas nunca se realizarão, mas é tão bom sonhar.

Sonho como será o meu namoro, o casamento, minha lua-de-mel, minha casa e minha família. Sonho até com o protótipo de homem perfeito fisicamente (e acho que toda mulher deveria sonhar com um).

Só que depois de imaginar tantas coisas, eu volto a minha realidade. Enquanto imagino estar correndo por campos floridos com um belo moreno de cabelo arrepiado, pele clara e olhos azuis, toda alegra e saltitante, eu me lembro de que o único homem que se ele me desse atenção me deixaria felicíssima não tem olhos azuis nem um corpo excepcional. Ele não tem o meu protótipo de beleza, mas eu o acho lindo! Aliás, acho que esses protótipos deveriam ficar só na imaginação, pois perdemos homens maravilhosos só por ele não ser o sósia do Brad Pitt.

E então eu volto a imaginar as cenas e fico esperando meu príncipe encantado. Sim, eu acredito em príncipes encantados! Sei muito bem que ele não vai ser loirinho de olhos verdes (mas e se for?!), não vai chegar num cavalo branco ou num carro de luxo. Ele pode vir a pé, de bicicleta ou até de “busão”, não me importa. O importante é o amor, é ele me amar verdadeiramente, me compreender e fazer minhas vontades; e é eu amá-lo, compreende-lo e fazer suas vontades. É o amor que nos dá forças e é ele que faz manter a chama da esperança acesa.

E enquanto ele não chega, vou continuar a sonhar, só espero que não demore muito, pois temos muitas cenas a protagonizar.

 

P.S: Esse post foi feito no meu ex-blog, faz um certo tempo. Resolvi postá-lo aqui porque estou com preguiça de pensar coisas novas.
P.S²: E até porque esse post relata um pouco do momento (quase) gay e feliz e sentimental que estou vivendo. Acho que estou de TPM.



- Postado por: Liro às 22h05
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




11° Não bisbilhotais a vida alheia

Quem falar que nunca futricou a vida de alguém está mentindo. Isso é totalmente normal, quem nunca parou na esquina para "trocar informações" com a vizinha? Ou ainda, quem nunca acordou a amiga do "sono de beleza" só pra contar aquele bafão? Se assim, sem intimidade alguma, todo mundo sabia da sua vida e você sabia da vida de todo mundo, imagine quando a internet chegou com seus acessórios básicos: orkut, MSN, fotolog, blog, twitter, myspace e otras cositas mas. Aí sim, ficou mais fácil cuidar da vida alheia.
Não vou negar, já fucei em muuito fotolog por aí pra saber das novidades alheias, era quase que um vício. Minhas buscas se limitavam ao flog mesmo, já que não tinha (e ainda não tenho) orkut. Na verdade, não tenho orkut porque não gosto que fiquem sabendo da minha vida, irônico, não? Eu podia, e deveria, saber da vida de todos, e ninguém da minha. Visitavas dezenas de fotologs todos os dias, se não o fizesse, me sentia mal, tornou-se um hábito diário. Só que eu ficava sabendo, e não espalhava, menos mal paras os outros, pois pra mim, não fazia nada bem, eu praticamente vivia para os outros.
Mas, ano passado, decidi por ficar um mês sem internet. Totalmente sem. E percebi que bisbilhotar a vida alheia não fazia nenhuma falta pra mim, era até bom, tinha mais tempo pra mim! Hoje, não visito tantos flogs como antes, nem me importo em saber da vida dos outros. Ainda não tenho orkut, mesmo com toda a proteção que ele oferece, não sei, não gosto. Tenho medo de voltar a "vasculhar informações", afinal, ele vicia, tem que ter muito cuidado.
Acho que cuidar da vida de outrem é da essência do ser humano, não sou contra quem fuça de vez em quando, o problema acontece quando deixamos de cuidar das nossas vidas pra cuidar da existência dos outros.

Pauta para o Tudo de Blog (y)



- Postado por: Liro às 22h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Vamos falar de Tokio Hotel

Depois do post emo triste de ontem, vamos a alguma menos comovente, algo mais (in)útil.
Mas antes, uma breve conversa:

- Já ouviu Tokio Hotel?
- Já, sim. É legal, gostei. Por quê?
- Estava procurando algumas fotos pra conhecê-los melhor. Achei um blog poser que falava sobre eles. Na banda tem irmãos gêmeos.
- ''Ingual'' Good Charlotte, neah?
- Sim. * mostra a foto * Esse aqui é o vocalista * aponta para o tal *, tem menos de 20 anos.
- Huum. Esse aqui que é o irmão gêmeo dele, não?
- Sim.
- Um é emo e o outro é mano. [risos] Quantos anos ele tem?
- Aaah, parei. Não vou responder essa pergunta.

Já ouviram Tokio Hotel? A mais nova banda assediada por garotas.
Eu já ouvi. Aliás, é o que eu mais ouço ultimamente. Eu gostei, parece muito com as bandas que ouço, e o mais legal, eles cantam em alemão. Não, isso não foi reduntante, afinal, eles são alemães (ou alemãos?), mas, por íncrivel que pareça, muitas bandas que vêm de países que não falam inglês, normalmente gravam nas duas línguas (a natal e a inglesa) ou só na inglesa. Acho que é para conseguir público mundialmente. Particularmente, acho errado, porque a música ultrapassa fronteiras língüisticas, eu, por exemplo, não falo japonês, entretanto ouço músicas nesse idioma e consigo acompanhá-las (algumas). No entanto, o assunto em questão não é esse.
A banda é realmente boa, os irmãos gêmeos são lindos (O Bill* é mais), e o cabelo dos gêmeos são "diferentes", um é todo pra cima, no maior estilo levei-um-choque-e-sou-fã-de-Dragon-Ball, e do outro é tenho-rastas-mesmo-sendo-loiro-e-não-as-lavo-desde-os-9-anos. Só que há uma coisa que me intriga, é que ultimamente as coisas são assim: se a banda tem mocinhos bonitos e tocam razoavelmente bem, a mídia a eleva no topo e bilhões de "mocinhas inocentes" começam a fazer tudo pela banda, compram revistas, pôsteres, enchem o HD do micro com fotos e até "morrem pela banda". Só que depois o tempo passa, e surge uma outra banda, com mocinhos mais bonitos, e o que as "mocinhas inocentes" fazem? Jogam fora tuuuudo aquilo que compraram e começam a viver pelos mais novos badalados-mocinhos-bonitinhos-que-são-considerados-os-mais-sexys. Bem, elas poderiam pelo menos vender as coisas no sebo, assim seria menos lixo no planeta, e sempre há alguém que compra [oi, eu sou uma delas].
Não estou querendo criticar, dizendo que é um absurdo ser fã(nática) por alguém, e que quem é assim merece ser internada. Não, não é isso. E que, ultimamente, garotas ou garotos, começam a gostar de algo porque é moda e quando a moda acaba, aquela banda vai simplesmente pro lixo, pro fundo do baú, como se ela não mais existisse. Pessoas que fazem isso não devem ser chamadas de fã.
Quem é fã gosta da música, gosta das letras, e dos músicos também, não só pensam em casar com eles, ter muitos filhos e viver numa mansão longe da civilização(tá, pensam nisso também), mas não nisso. Entendem o que quero dizer? Então não sigam modinhas musicais, procurem aquela banda que te agrada, que faz um som parecido com você e seja fã dela, não a abandone (a não ser que as músicas não façam mais seu estilo, afinal, nós estamos sempre em metamorfose).
E não me perguntem o por quê de usar Tokio Hotel pra puxar o assunto.

Aprenda a diferenciar com titia Liro:
O Bill é o vocalista emo, é mais alto e tem cabelo pra cima, às vezes.
O Tom é o guitarrista mano, é mais baixo e tem bucha no lugar de cabelo.

P.S: "Fãs" enlouquecidas do TH não me matem pelo o que escrevi acima.
P.S¹: Pra quem não sabe, já fui fanática por Simple Plan, Fall Out Boy e Evanescence, mas agora sou apenas fã; e tenho uma pasta cheia de matérias e pôsteres.



- Postado por: Liro às 22h27
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Untitled

Minha semana acabou quando fiquei sabendo que um amigo não voltará mais pra Limeira.
É que é mais ou menos assim: meu amigo, o Pietro morava aqui, só que depois ele se mudou pro Rio Grande do Sul (não me elmbro a cidade), e depois de anos ele voltou pra cá de novo. Foi aí que eu o conheci, só que ele teve que voltar pro Sul de novo. Ele teve que fazer uma difícil escolha, ou ficava com a mãe, no Sul, ou ficava aqui, com o pai. Ele escolheu o Sul.
Sabe, eu fiquei muito mal por isso, mas ao mesmo tempo fiquei feliz, porque ele está feliz. E mesmo sabendo que você não vai ler isso, Pietro, eu queria escrever aqui, no meu refúgio, o quanto você vai fazer falta pra mim, de verdade. Não vou ter mais motivos pra chegar mais cedo no curso, ninguém mais vai matar aula só pra ir lá me ver (mesmo você fazendo isso algumas pouquissimas vezes), ninguém mais vai comprar Trident de melância pra mim, nem me acompanhar à toa. Aprendi muita coisa com você, uma delas é que não devemos confiar nos homens hahahaha Brincadeira.
Quero que saiba que eu fiquei pê da vida quando você apareceu na frente da escola com aquela menina, e que se não fosse o Jean eu não saberia o que fazer, mas mesmo assim eu ainda gosto de você. Não como namorado, ficante ou coisas desse gênero até porque eu tenho coração de pedra e não sei me apaixonar , mas como amigo, ou até como um irmão.
Quero que venha me visitar às vezes. E quero que não me esqueça. Mas acima de tudo, quero que você seja feliz, não importa aonde estiver, nem o que estiver fazendo, nem com quem estiver. Quero que você seja a pessoa mais feliz do mundo. E quero que saiba que eu sempre estarei aqui, pro que der e vier, pra te fazer rir ou pra chorarmos juntos ou pra te dar broncas ou até quem sabe, conselhos amorosos.
Você mora aqui >> (L), meu Bambolino favorito.

"A distância pode trazer a saudade, mas nunca o esquecimento"



- Postado por: Liro às 23h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Mau dia, mau dia, mau dia. Hoje aconteceu o "Dia da Letícia perder ônibus e chegar atrasada". espero que ano que vem ele não seja comemorado, mas enfim, consegui terminar meu template e botá-lo no ar e estou feliz por isso, mesmo perdendo horas de sono. E estou com pauta para a Capricho, então vamos lá:

Depende do ponto de vista

Quando me fazem uma pergunta, geralmente respondo com "depende do ponto de vista". Cada um tem sua concepção para o termpo "ser independente", para alguns, ser independente é ser livre irresponsavelmente; para outros, é poder pagar sua contas sem ajuda de ninguém; ou ainda, para outros, é poder chegar em casa a qualquer hora e não ter horário pras coisas.
Pra mim, ser independente é uma mistura de tudo isso, é poder comprar minhas coisas sem pedir dinheiro, é poder fazer o que quiser e assumir meus atos, não depender de ninguém para me levar aos lugares e o mais importante: eu poder fazer minhas próprias escolhas e falar o que quiser, sem ninguém para oprimir.
Ser independente é ser livre, não só financeiramente, como mentalmente também. E essa independência eu já tenho, prova disso é eu estar aqui escrevendo esse texto. E por incrível que pareça, não são todos que possuem essa liberdade, afinal, muita gente tenta manipulá-la.

Neeah. Liro está à procura da sua independência financeira.

P.S: Ana lucia, eu não consegui responder ao teu comentário no teu blog, porque eu não tenho conta no blogspot.



- Postado por: Liro às 23h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Devaneios [Capítulo III]

Estou com 2548274 bilhões de coisas pra fazer ao mesmo tempo ( sim, sou daquelas pessoas que aceitam todas as responsabilidades e que deixa tudo pra última hora). Nem era pra eu estar aqui, mas não quis deixar meu blog às moscas, e até porque é ruim tirar teias de aranha depois rsrs.
Eu quero um template novo! Estava tudo certo pra eu começar a fazê-lo pra colocá-lo no ar o mais rápido possível, mas vou ter que esperar, os professores começaram com tudo nesse semestre, oh céus!
E para que esse post não fique tão à toa, vou colocar uma poesia que eu gosto muito, do Mario Quintana.

Um dia....

Um dia descobrimos que beijar uma pessoa pra esquecer outra, é bobagem.
Você não só não esquece a outra pessoa como pensa muito mais nela...
Um dia descobrimos que se apaixonar é inevitável...
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...
Um dia percebemos que o comum não nos atrai...
Um dia saberemos que ser classificado como "bonzinho" não é bom...
Um dia saberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você...
Um dia saberemos a importância da frase:"Tu te tornas eternamente responsável por tudo aquilo que cativas."
Um dia percebemos que somos muito importante para alguém mas não damos valor a isso...
Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas aí já é tarde demais...
Enfim... Um dia descobrimos que apesar de viver quase 100 anos, esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para dizer tudo que tem que ser dito...
O jeito é: Ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na nossa vida ou lutamos para realizar todas as nossas loucuras...
Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.

 



- Postado por: Liro às 23h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________